Sobre o Autor

Todos alguma vez se perguntaram qual seu papel no mundo, por que estariam vivos, e como deveriam viver. Alguns perseguem uma resposta, mesmo não havendo uma. Outros simplesmente ignoram a pergunta e seguem em frente, como deve ser, vivendo a vida que lhes foi dada, como acreditam ser melhor. Existem aqueles cujo ideal de vida é terminar uma universidade, conseguir um emprego, construir uma família, concretizar seu sucesso profissional, e garantir que seus filhos sigam pelos mesmos passos. Para eles, o mundo em que vivemos é o lugar onde suas metas, seus sonhos e seus objetivos podem ser encaixados nesse quebra-cabeça, com esforço e dedicação tudo é possível, tudo pode ser alcançado, por mais difícil que pareça. Mas, e para aquele que cujos sonhos estão muito além do que o mundo permite? E para aqueles que estão sempre caminhando sobre nuvens de ouro? Cruzando os céus com asas angelicais? Qual o lugar deles no mundo? Onde se encaixam? Alguns se refugiam em folhas de papel, em telas cheias de cores e vida, em desenhos e formas humanas, mas para outros, não é o suficiente. Para eles, estar neste mundo é algo surreal. Gabriel Elcain

Responsive image
Responsive image

Tão comum, tão simples e tão frágil, algo incomum para alguém que já tocou estrelas com as mãos, descobriu planetas e galáxia bilhões de anos luz de distância, criadores de seus próprios mundos e realidades. Para estes, não é tão simples estar nesse mundo, é como uma peça de quebra-cabeça que sobrou depois que a imagem foi terminada. Seu mundo ideal está logo ao seu alcance, mas eles não podem tocá-lo. E muitas vezes não somos aceitos pelo que somos, mas pelo que aparentamos ser, por que não somos donos de nossas próprias imagens. Você pode nos chamar de dramáticos, loucos, estranhos, mas... O que sentimos, é a mesma dor de alguém que está longe de sua casa, de seu lar, de sua origem. Estamos apenas procurando um lugar para se estar, e por mais que tentemos nos adaptar, nosso busca é infindável.

Copyright © 2017 Makael Yziel